quarta-feira, julho 18, 2007

Morte


Mórbidos pensares
em dias negros
me rondam
fujo descontrolado
das sombras
da dor, da angústia.

Em morte cruenta
me vejo
sem batalha
sem vitórias, júbilos
apenas a morte
me abate.

------------------------------------------

Prestigiem o Pseudo-Poemas. Leiam também o que publico no Cantábile. Em ambos estão os textos proibidos pela bíblia e pelo Vaticano. Leiam os blogs que estão linkados aqui, todos excelentes. E visitem os blogs do "Letras para Maiores". Surpreendentes. E agora também no Memórias Póstumas de um Puto Prestimoso.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics