quinta-feira, julho 05, 2007

Dores


Sou atormentado
por dores indescritíveis
dores profundas
entranhadas na alma
fio a fio
tomo-as
meada, maldita trama
tento, em vão
desfazer-me dos nós
que perfuram-me a carne
sangram-me o corpo
em rios caudalosos
me esvaio,
falho
completamente.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics