terça-feira, novembro 28, 2006

Enlace


Pele
Doce toque
Sutil descoberta
Arrepios envolvem
Corpos sôfregos
Umidade lasciva
Desejo inconfesso
Corre, escorre
Excitante enlace
Pele
Áspero toque
Penetrante
Rasga meus pecados
Pedaços inúmeros
Vital sensação
Impudica pele
Aprisiona-me
A você

14 leram:

Mel 4:18 PM  

Entre a transparência da água
e a cor da pele, em todos os matizes
em que os corpos se tocam e se encontram
Se realizam os ciclos da Vida...

***

Um abraço
Mel

Mel 4:18 PM  

Entre a transparência da água
e a cor da pele, em todos os matizes
em que os corpos se tocam e se encontram
Se realizam os ciclos da Vida...

***

Um abraço
Mel

Kall 4:26 PM  

Vim conhecer esse lindo espaço por indicação da Afrodite, e me encantei com os poemas e com as imagens...parabens pelo bom gosto.
Beijo carinhoso.

Anônimo,  4:38 PM  

Gostoso!
Gosto do teu gosto gostoso.

Afrodite® 4:45 PM  

Olá Ric,
Não carecia agradecimento não, tu escreve muito bem, e eu já te disse isso várias vezes... Continue escrevendo e me contemplando com teus escritos...
Bjo Meu!
;)

Águas da Vida 11:06 PM  

Ola querido!
Obrigada pela sua visita e parabéns pelo seu excelente blog.
Respondi seu comentario no Aguas da vida.
Big Kiss

Vera 8:44 AM  

Sensual...
És mesmo um poeta que nos toca na pele e nos sentidos!
Beijo grande

Anônimo,  8:46 AM  

O teu enlace é sensualíssimo!
As tuas palavras penetram fundo nas nossas emoções.

Beijo grande.

Sarah 10:10 PM  

Dá prá sentir os dedos deslizando, a pele arrepiando, os fluídos trocados ... Inúmeras sensações.
;-)

Mônica Montone 10:43 PM  

perfeito casamento da imagens com as palavras....

beijos

MM

Jéssica 12:10 AM  

Tesão na medida certa, doce e áspero... complementam-se...
delíciaaaaaaa

Claudia Perotti 11:49 AM  

Esse publiquei no Multiply e voltou-me a cabeça depois que li esse teu texto:

Vira
Revira
Os olhos
Os corpos

Torce
Retorce
Os braços
As pernas

Lambe
Lambusa
O corpo sedento
O sexo ardendo

Penetra
Devora
A pele nua
A carne crua

Sou tua
És meu
Enquanto
A fantasia
Durar!


Beijinhossss

Claudia Perotti 11:49 AM  

Esse publiquei no Multiply e voltou-me a cabeça depois que li esse teu texto:

Vira
Revira
Os olhos
Os corpos

Torce
Retorce
Os braços
As pernas

Lambe
Lambusa
O corpo sedento
O sexo ardendo

Penetra
Devora
A pele nua
A carne crua

Sou tua
És meu
Enquanto
A fantasia
Durar!


Beijinhossss

Claudia Perotti 11:50 AM  

Esse publiquei no Multiply e voltou-me a cabeça depois que li esse teu texto:

Vira
Revira
Os olhos
Os corpos

Torce
Retorce
Os braços
As pernas

Lambe
Lambusa
O corpo sedento
O sexo ardendo

Penetra
Devora
A pele nua
A carne crua

Sou tua
És meu
Enquanto
A fantasia
Durar!


Beijinhossss

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics