quarta-feira, abril 23, 2008

Sem rumo


Ventos uivam, lobos-do-mar,
carrego o peso, morto,
de velhos marinheiros,
alquebrado.

Bato os costados,
do velho barco enferrujado,
nas rochas ponteagudas,
da costa do marfim.
Encalho enfim.

Inspirado nessas letrasDAQUI.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics