sábado, março 08, 2008

Pela valorização da mulher brasileira - Uma blogagem coletiva


Hoje é dia internacional da mulher. Da mulher guerreira, mãe, filha, trabalhadora. A Lys e a Meiroca convocaram para uma blogagem que abordasse a mulher brasileira. Um assunto delicado. Vivemos em um país que a lei de gerson impera. Todo mundo quer se dar bem. Por conta da perseguição implacável ao "sucexo" somos testemunhas de atitudes bizarras. A disputa para serem as loiras e morenas do Tchan. Modeletes retardadas que buscam, na aparência anoréxica, o sucesso. Estúpidas participantes de BBB's, peladonas nas revistas da vida, e achando o máximo. As cretinas, gostosas e anônimas, que não cobrando por hora, acham que não são putas. As pobres boçais, que mesmo sabendo da exploração e escravidão sexual, acreditam que ser puta na europa é melhor do que ralar no Brasil. As inúmeras alpinistas sociais, e seus golpes do baú internacionais, sendo exemplo de bom comportamento.

Esquecemos das mulheres que trabalham duro, cumprindo dupla jornada. As capazes de realizar feitos incríveis. Essas a mídia não vê, não divulga.

Aplaudo a iniciativa. Só assim as verdadeiras mulheres brasileiras aparecem.


Na terra lutam
suas árduas batalhas,
sem descanso, incansáveis,
e, ferozes, criam
o sustento, a vida.

Trazem o alívio,
mar de lágrimas, saudades
suportam a morte,
sem retorno, silenciosas.

O ar é o suspiro,
as lembranças, o afago,
onde, faceiras, flutuam
nos ventos, libertas.

No fogo forjam
coragem, vitórias.

São unas
amadas guerreiras
únicas, irmãs.

Sem fronteiras.


Minha humilde homenagem aquelas que me visitam, me inspiram e incentivam. Que todo dia seja o Dia Internacional da Mulher.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics