quarta-feira, fevereiro 06, 2008

Meu querer

Não, não quero ir para Pasárgada. Nem quero ser amigo do rei. Quero é ir para o puteiro, onde não quero favores. Não escolherei mulheres. As putas que me amem pelos poucos trocados que trago no bolso. Qualquer uma. As altas, as baixas, gordas ou magras, as falsa pudicas, as devassas. Quero cantar sobre a mesa, minhas canções indecentes. Declamar palavras sujas. Dançar lascivo no meio do salão. Não quero os aplausos. Não os mereço. Apenas me amem.

-----------------

Estou de ótimo humor e respondi a um meme, isso merece uma visita. Leiam AQUI.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics