segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Amargor


Amargo travo,
do sentir deglutido,
resseca a língua áspera,
afiada faca, amarrada.

O pesado fardo,
da farda mimética,
em ombros lanhados carrego,
mimetizados sentires.

Sou dor, pavor, desespero,
dono de vazio coração,
que me cala, me trava a língua,
amargo.

Descubra-me.

2 leram:

vitoria,  2:19 PM  

Fui ver como tinhas feito este template....muito simples e bonito..agora com tanta gente a fazer os lays para o blogspot fica mais fácil.

.:Tati Sabino:. 2:59 PM  

...achei dorido, porém belíssimo!
bjo querido!

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics