quinta-feira, maio 31, 2007

A cor escrita


sintético em assimetria
aos merecidos venero
discordo de idolatrias
me rendo às tentações
mundanas
minhas letras em chamas
marcam meus passos
versos recobrem-me
qual mortalha
meada desatinada
o fio do caminho
fraseio em disparada

do tempo não tenho pulso
grosso e curto
em que me situo.


Prestigem o Pseudo-Poemas e o Cantábile. Em ambos estão os textos proibidos pela bíblia e que não posso publicar aqui.

Divulgando: O Lino Resende está convocando para uma blogagem coletiva no dia 05/06. Maiores informações aqui.

Read more...

segunda-feira, maio 28, 2007

Tua boca


esta secreta, exótica
delineada boca
marota
nos declama sentenças
incontáveis versos, inconfessáveis
esta boca
do belo sorriso
ah, o sorriso
traz promessas subentendidas
conspira
cativa, arranca suspiros
esta boca
dos lábios úmidos
ah, os lábios
doces e macios favos
de entreaberto desejo
esta boca
do beijo ardente
ah, o beijo
sabores e línguas
unem-se
explosiva mistura
elo de todas as coisas...
da alma, do corpo
da boca.


Especialmente para minha amiga Viviana.

Prestigem o Pseudo-Poemas e o Cantábile. Em ambos estão os textos proibidos pela bíblia e que não posso publicar aqui.

Read more...

sábado, maio 26, 2007

7 coisas

Fui desafiado pela Fúria a falar um pouco de mim através do jogo dos 7 qualquer coisa. Aí vão minhas respostas:

7 coisas que tenho de fazer antes de morrer:

Conhecer a Europa
Escrever dois livros, pelo menos
Levar minha filha na Disney
Fazer uma viagem pelo Rio Grande do Sul
Cassar um político
Processar o (des)governo
Dar uma boa educação à minha filha.

7 coisas que mais digo:

Porra
Mas que merda
Nada é tão ruim que não possa piorar
Caralho
Querida
Foda-se
Puta que pariu

7 coisas que eu faço bem:

Cozinhar
Fazer supermercado
Dirigir
Sexo
Lavar roupa
Café
Arrumar mala

7 coisas que eu não faço:

Me aproveitar das pessoas
Usar drogas (só as que pagam impostos)
Roubar
Jogar a dinheiro
Jogar dinheiro fora
Dar esmolas
Brigar à toa

7 coisas que adoro:

O mar
Minha filha
Minha família
Treinar jiu-jitsu
Competir em qualquer coisa
Escrever
Ficar em casa

7 coisas que odeio:

Descaso
Mentiras
Políticos
Impostos
Subornar alguém
Banho frio
Café mal-feito

7 amigos ( as) para continuarem o jogo:

Como sei que esse desafio vem rolando há certo tempo se alguns dos escolhidos já tiver feito é só avisar que está pago.

Débora, Nana, Dan, Van, Flávia, Edson, Anne e Bella

São 8 mas quem está contando eeheheh. E deixo aqui um poema, que fiz questão de escrever na língua pátria dos amantes...


sept choses m'effrayent
des narcisists de putains
en bon vin en surplus en harmonie
l'amour qu'infini sans destination
veulent ne veulent pas
l'affection et la passion
la partie restante n'importe pas
l'amour, amour de sucrerie.


Prestigem o Pseudo-Poemas e o Cantábile. Em ambos estão os textos proibidos pela bíblia e que não posso publicar aqui.

Read more...

quarta-feira, maio 23, 2007

Mel


ritmos inconstantes
em versos dissonantes
pontuados
em saudades lancinantes
vejo-te em sonhos
onde
como navegantes
em mares indevassáveis,
protegemo-nos das tormentas
em vida eterna,
para sempre, ancorados
porto seguro.


Para uma pessoa que será sempre muito especial.

Read more...

domingo, maio 20, 2007

Senhor


sonhamos acordados
sonhos ilusórios, inverossímeis
iludidos por armadilhas
tramas
envolvemo-nos em teias
versáteis, flexíveis
acreditamos em fatos enevoados
que delineiam futuros
certamente incertos
rezamos por luzes
tristemente embaciadas, confusas
nos tornamos,
do destino, maldito patrão,
meros e inanimados
joguetes


Prestigiem o Pseudo-Poemas e o Cantábile.

Como bom pai babão leiam aqui, aqui e aqui.

Read more...

quarta-feira, maio 16, 2007

Algumas palavras, palavrão

Mil motivos movem-me
Aos caminhos desencontrados
Sucumbo em obstáculos


Que em muralhas fendidas
Unem-se e impedem-me
Entrego-me em furiosa luta



Mortal combate inglório
Estúpida batalha
Refaço-me dos frangalhos
Dilacerados do corpo
Alma insensata.



Pessoal, peço a gentileza de prestigiarem o Pseudo-Poemas e o Cantábile. Lá estão os textos proibidos pela bíblia e que não posso publicar aqui.

Tenho encontrado dificuldades de visitar vocês. Um pequeno problema trabalhista com meu micro no trabalho. Essa desgraça trava toda hora. Estou dando um jeito e peço sua paciência com esse combalido blogueiro.

Read more...

segunda-feira, maio 14, 2007

Grito!


ânsias me assombram
luto, em tentativas vãs
em desvencilhar-me de angústias passadas
sufoco-me em pensamentos
mórbidos, obscuros
esperanças fugazes
mente ensandecida
debate-se
idéias pré-formatadas
oh, deuses, tenham piedade
este peso maldito
de uma consciência desvairada
esmaga-me
o peso de mil pecados mortais
corroem, qual ácido
minhas veias, meu coração
desapareçam malditos fantasmas
já vivo em aflito conflito
expiação perpétua
real purgatório.


Prestigiem Pseudo-poemas e Cantábile.

Read more...

domingo, maio 13, 2007

Feliz dia das mães

Hoje é um dia especial para muitas das mulheres que frequentam este canto. E quero agradecer, em nome da minha mãe, os maravilhosos votos que recebi, mesmo sendo pai.

Read more...

quarta-feira, maio 09, 2007

Mulheres


são guerreiras
pelejam sem medo
em batalhas improváveis
nunca feridas de morte.

ensinam-me
todos os dias
dignidade, destemor
altivas
não se entregam, não se vendem
contam com o tempo
senhor do destino
de todas as esperanças
surgidas, ressurgidas
para dobrar seus algozes, inimigos
em derrotas humilhantes.

como mulheres
reverencio-as, humilde
como guerreiras
honro-as.


Uma homenagem a todas as mulheres que me visitam e as que conheci pelas esquinas da vida. Cada uma com sua estória e seus sonhos. Todas sem exceção guerreiras. Uma fonte constante de inspiração e sabedoria. Aprendo muito com vocês.

Prestigiem Pseudo-poemas e Cantábile.

Read more...

segunda-feira, maio 07, 2007

Aviso Importante - UPDATE do UPDATE

Não esqueçam. Estou convocando a todos e todas que me lêm para participar de uma blogagem coletiva. Na verdade uma baita campanha maneira. Maiores informações aqui.

Read more...

domingo, maio 06, 2007

Amantes


olhares se cruzam
ansiosos, desejosos
corações marcam
ritmos
em lento compasso
desencontros, desvarios
encontro esperado
lábios procuram
sedentos, ávidos
felizes, eternos
sejam
os amantes


Prestigiem Pseudo-poemas e Cantábile.

Read more...

quarta-feira, maio 02, 2007

As letras em Haikai


abismo vejo
navalhas escarpadas
rochedos cortam

busco harmonia
nas brumas invernais
gélida razão

corro célere
colinas verdejantes
flores carrego

destroços fluem
rudes ondas carregam
contínua maré

espinhos matam
vigoroso lanceio
rosa e sangue

fruto ácido
árvore proibida
mortal desejo

galhos desnudos
frutos apodrecidos
agonia atroz

hibiscos formam
mística forma oval
pesado fardo

ilha estéril
repele sanidade
nada atrai

juncos únicos
norte muralha verde
insuperável

kairalla sorri
folhas recobrem bosques
flores a cobrem

lépido vento
alvissareiro sopra
inverno se vai

macaco-prego
preso, crucificado
santo macaco

névoas envolvem
ninfas amortecidas
árvores mortas

orvalho molha
amadurece raiz
vicejam folhas

patos parados
alvos simples pintados
lago sangrento

quebra espinhos
rosas sucumbem vivas
triste destino

rosas vicejam
rubras pétalas abrem
rústica haste

sibilam cobras
pântano putrefato
vida oculta

tigre arisco
finita liberdade
mata fechada

uivos cortantes
matilha caça presa
loba lidera

vento fustiga
inverno acolhido
grutas abrigam

xisto mutante
metamórfica rocha
terra inculta

zebras evadem
savanas infestadas
chacal à caça


Prestigiem Pseudo-poemas e Cantábile.

Read more...

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics