quinta-feira, junho 21, 2007

(Re)vivo


Renasçamos todos
das fundas feridas
rasgadas na carne
soframos as dores do parto
as contrações espamódicas
do esquecimento
de lembranças mórbidas
remetamos ao lixo
o passado sofrido
ergamo-nos então
e choremos, pela última vez,
o sangue derramado.


Baseado no poema Renascer do blog A Mudança.

------------------------------------------

Prestigiem o Pseudo-Poemas. Leiam também o que publico no Cantábile. Em ambos estão os textos proibidos pela bíblia e pelo Vaticano.

Meus Amigos, o Cantábile, agora com a minha humilde colaboração, foi indicado para concorrer ao "Blog da Quinzena". A partir do dia 15/06 contamos com o voto de vocês!

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics