quinta-feira, abril 05, 2007

(Re)sentido


amores
intensos, proibidos
hierárquicos
alienados
amores vis, obscuros
cegam-me
enlouqueço
decanto
amores em versos
estúpido
amor perverso
em
fluxo reverso
esmaga-me
por terra
credos, crenças
falhas
desespero-me
a cada dia
todo dia


(desconheço a autoria da imagem)

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics