segunda-feira, abril 09, 2007

(Des)afogo

surto, enlouquecido
pelas memórias inexistentes
fios, fragmentos esfarrapados
de meadas desunidas
encantos apagados, despidos
sonhos turvos, desgraçados
fustigam-me
tal açoite cortante
dor lancinante
em carne putrefata, condenada
definho em agonia
imploro, suplico
à memória ausente
implacável carrasco
leve-me
de uma vez

(desconheço a autoria da imagem)

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics