quarta-feira, julho 23, 2008

(In)certeza


Brumas tão espessas,
debato-me insano, cego, morto,
ocasos, nasceres, chamas bloqueadas.

A cortina descerra-se, um átimo,
luz que aquece-me, bendita,
ressurreição.

Almas, corações, mentes, mãos,
únicos.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics