domingo, dezembro 02, 2007

Nota


Sou recoberto,
pela fina névoa,
garoa gélida,
a úmida aragem penetrante.

Meus ossos doem,
esquivo é o dedilhar
das amargas notas,
meu necessário compor.

Não me restam alternativas,
saídas, um fim digno.


Inspirado na imagem que vi aqui.

-----------

E aqui uma homenagem muito maneira.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics