segunda-feira, outubro 15, 2007

Matemático


Fraciono minhas angústias
em complexas equações algorítmicas
trilho, confuso, as parábolas, as elípticas
em imaginárias seqüências.

Sofro da amnésia geométrica
esqueço as tuas formas
o perfeito triangulo, as afiadas arestas.

Opero, célere, o ábaco
encontrarei meu centro concêntrico,
as incertas coordenadas,
o tal eixo de simetria,
o perfeito ponto de referência

------------------------------------------

Aos sábados, escreverei um texto inédito no blog Livro Aberto. Prestigiem. Participo também do Coletânea Artesanal. São muitos trabalhos fantásticos. Recomendo a visita.

Leiam o blog Pseudo-Poemas e o que publico no Cantábile. Em ambos estão os textos proibidos pela Bíblia e pelo Vaticano.

E agora no Memórias Póstumas de um Puto Prestimoso.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics