terça-feira, abril 14, 2009

Companheiros

Eram dois companheiros. Andarilhos, sem destino certo, como devem ser todos os andarilhos. Não havia líder, nem comandado, apenas a vontade de ir em frente. Quase um instinto, de sobrevivência. Evitavam as confusões, o claro e o negro. Atravessavam cidades, vadeavam rios, defecavam à luz do luar.

Sempre juntos, aqueles dois cães.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics