sexta-feira, janeiro 25, 2008

Sobre selos e memes

Começo o ano na minha cruzada contra os malditos memes e os canhestros selos, distribuídos como balas pela blogosfera. O meu amigo Sobesta criou dois selos irados que compartilho com quem quiser:


Selo "Sensível pra caralho": Todos temos blogs porque gostamos de escrever (ehehehe essa abertura é impagável). A sensibilidade de cada um é uma questão pessoal e intransferível. Todos nós, seres humanos, sabemos onde dói o fiofó. Para aqueles que não suportariam algo maior que um dedo foi criado esse selo delicado e meigo. Indique 5 amigos e amigas para levar o dedo, digo o selo.


Selo "Sapo cururu": Todos nós temos blogs porque gostamos de escrever. A visitação íntima e recíproca torna mais humano esse maravilhoso mundo virtual. Dedique esse selo aquele neófito que te visita e deixa comentários nada a ver como "Lindo", "Gostei", "Parabéns pelo texto" ou "propagandas de outros blogs". Ou tudo isso junto. Indique todos que quiser. Arroz de festa já é ruim, mas sapo de boca grande é foda.

---------------------------

E hoje é um dia muito especial na blogosfera. Há exatamente um ano atrás o grande mago Heitor Caolho, a quem tenho a honra de ser psicógrafo, resolveu arrumar um tempo, em sua pregação oportunista, e começou a dedicar-se a levar, gratuitamente, seus ensinamentos ao mundo virtual. Vida longa ao esoterismo oportunista e ao tantrismo dialético. Namastê.

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics