segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Olho por olho, dente por dente


Vingança
Fria, cruel
Dolorosa, necessária
Resposta
À justiça
Falha, impotente
Miserável, liberal
Banal
Vingo-me
Urro inequívoco
Ódio assomado
Esmago
Com minhas mãos
Os inimigos
Da vida
Vingo-me
Atos injustos
Durmo
Em paz.

(Expresso aqui minha indignação contra a barbárie que sofreu o menino no Rio. Desconheço a autoria da imagem. Aproveito para divulgar que tem post novo do esotérico Heitor Caolho)

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics