quarta-feira, novembro 26, 2008

Ajuda humanitária

Somente aqueles que caminham no vale da morte sabem o valor que uma gota de água fresca e um naco de comida podem ter.



Ajudem seus irmãos catarinenses, mesmo que vocês não os conheçam. Estou fazendo a minha parte. Faça a sua. Procure a defesa civil de sua cidade e pergunte como ajudar. Não esqueçam que nem todas as cidades possuem um esquema de encaminhamento de donativos. Se criarem um local de arrecadação, organizem a separação das peças doadas por tipo e tamanho. Esse é o grande gargalo que qualquer esforço deste tipo encontra. Acondicionem em caixas de papelão, mais fáceis de empilhar. Se conseguirem bastante donativos mas não tiverem como transportar, não sintam-se intimidados, procurem uma transportadora e peçam para que ajudem a levar até onde exista um centro melhor estruturado. Se o dono da transportadora se negar envie um singelo e-mail para o jornal local enaltecendo o descaso do empresário e publiquem no seu blog. Ou então deposite sua contribuição humanitária nas contas abertas no BESC (conta corrente 80.000-0, agência 068-0) e Banco do Brasil (agência 3582-3, conta corrente 80.000-7).

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics