quarta-feira, julho 28, 2010

Lembrar



As pétalas cobrem o leito, incandescentes faíscas,
os olhos marejam, as lembranças doidas, doídas,
nuas flores jazem agora, inertes, ao chão.

Suas lágrimas apagaram finalmente,
o fogo incipiente,
voltou-se, fechou a porta,
em solene silêncio.

E a faca, cravada, nunca retirada.

Read more...

sábado, julho 03, 2010

....


O que dizer de um desejo tão intenso? Queria eu poder mergulhar em suas profundezas, envolver-me em suas águas, sorvê-la, ávido.

O que dizer de um desejo louco? Queria eu navegar em turbilhonados mares, hastear a bandeira em mastro teso, rizar velas e alcançar um porto seguro.

O que dizer do desejo? Essa quimera.

Read more...

quinta-feira, julho 01, 2010

Divulgando

Se puderem dar uma força cliquem AQUI.

Read more...

  ©A Cor da Letra. Template e layout por layla

TOPO  

Clicky Web Analytics